quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Mulher presa por tráfico de drogas é eleita Miss Prisional 2013 em Minas

Uma mulher presa por tráfico de drogas desde dezembro de 2011 foi eleita Miss Prisional 2013 em Minas Gerais. Gisele Rodrigues de Souza, de 23 anos e que cumpre pena no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto (Piep), em Belo Horizonte, ganhou o título durante concurso realizado pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), na noite dessa terça-feira (10).
A jovem concorreu com outras 14 detentas de cinco unidades prisionais da região metropolitana da capital mineira. “Eu superei os meus objetivos e vejo que, se fui capaz disso, sou capaz de muitas outras coisas. Tenho que pagar pelo que fiz, mas vou sair firme e mudar de vida”, comemora a Miss Prisional 2013.
 
O segundo lugar na competição foi conquistado pela presidiária Sara Maria de Souza e o terceiro por Laíssa Assunção. Já Luciana Stanziola foi eleita Miss Simpatia entre as próprias colegas. 
 
Como prêmio, Gisele ganhou um ensaio fotográfico com direito a um book com 20 fotos e vários brindes.
 
As candidatas foram avaliadas por oito jurados nos quesitos beleza, simpatia, postura, desenvoltura, rosto e corpo. Entre os avaliadores, estavam o conhecido estilista Ronaldo Fraga e a miss Minas Gerais 2013, Janaína Barcelos. “Essa avaliação, em um primeiro momento, é para escolher a mais bonita. Mas qual é o critério de beleza? De acordo com o meu conceito de beleza eu sempre escolho quem tem personalidade”, explicou o estilista mineiro. Além deles, também fizeram parte do júri a defensora pública geral do Estado de Minas Gerais, Andrea Abritta Garzon, a colunista de moda e escritora, Cris Guerra, a jornalista de moda Cris Carneiro, o presidente da Comissão de Assuntos Penitenciários da OAB-MG, Adilson Rocha, o superintendente de Atendimento ao Preso da Seds, Helil Bruzadelli, e o vereador e diretor institucional da OAB, Joel Moreira.
 
As detentas que participaram do concurso foram pré-selecionadas em desfiles realizados nas unidades prisionais. Elas entraram na passarela por duas vezes, em uma delas vestindo traje casual e, na outra, vestido de gala. 
 
A produção das presas, incluindo as roupas que elas usavam e a montagem do espaço, foram fornecidas por parceiros do sistema prisional mineiro. A previsão é que, no ano que vem, aconteça novamente o concurso. No entanto, é previsto que as detentas de todas as unidades prisionais de Minas Gerais participem. Atualmente, cerca de 2.500 mulheres cumprem pena no Estado.
 

0 comentários:

Postar um comentário

CONTATO!

Administrador:
.::ESTEVES::.
E-mail:
blogdoesteves1@gmail.com

Twitter Blog do Esteves.

Sede Campestre do CSCS Betim.

Seguidores

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

468x60px

Redes Sociais

Posts em Destaque