quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Governo do Espírito Santo quer usar helicóptero de Perrella apreendido com 445kg de cocaína

helicóptero do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD) apreendido com quse meia tonelada de cocaína pode ser entregue ao governo do Espírito Santo para uso em ações da Polícia Militar. Provocado pelo juiz federal Marcus Vinícius Figueiredo de Oliveira Costa, o governador Renato Casagrande manifestou interesse, por ofício, em utilizar a aeronave modelo Robinson-66 apreendida em Afonso Claúdio em 24 de novembro.
Consta no processo que a Superintendência de Polícia Federal também se manifestou por utilizar o carro apreendido com a quadrilha no momento em que a droga era carregada.

Em despacho no dia 9 de dezembro, o juiz federal afirma que a Lei nº 11.343/06, no artigo 62, permite que a Justiça conceda bens apreendidos com traficantes para ações de prevenção e combate ao crime - o chamado perdimento.

No processo, o juiz afirma que é "possível que haja interesse da corporação militar no uso da aeronave para fins de aparelhamento" O helicóptero está sob guarda do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (NOTAer) da Polícia Militar. "Quanto ao veículo, aparentemente em bom estado de conservação, é certo que o Departamento de Polícia Federal poderia dar-lhe utilização mais produtiva que a simples guarda em depósito, onde era inevitavelmente acumular poeira e ferrugem".

O magistrado voltou a destacar que a origem da droga e a participação de terceiros ainda não foi esclarecida. "Há realmente diversos aspectos que dependem de investigação, como a origem da droga apreendida, a dúvida sobre a internacionalidade, o papel dos envolvidos e a possível participação de terceiros".

A Limeira Agropecuária e Participações, de propriedade do filho do senador Zezé Perrella, foi intimada a se manifestar e voltou a solicitar a devolução da aeronave, já que relatório da Polícia Federal, mesmo antes da conclusão do inquérito, afirma que o deputado não possui relação com o transporte da droga.

O advogado do deputado, Antônio Carlos de Almeida Castro, foi procurado pela reportagem, mas não foi encontrado. Ele já havia dito que a empresa buscava a devolução célere do helicóptero.

O inquérito sobre a apreensão da droga deve ficar pronto no fim de janeiro. Quatro pessoas foram presas durante a operação, incluindo um funcionário do deputado Gustavo Perrella. A Comissão de Ética da Assembleia Legislativa de Minas Gerais investiga o caso há um mês, mas ainda não divulgou resultados preliminares dos trabalhos.

0 comentários:

Postar um comentário

CONTATO!

Administrador:
.::ESTEVES::.
E-mail:
blogdoesteves1@gmail.com

Twitter Blog do Esteves.

Sede Campestre do CSCS Betim.

Seguidores

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

468x60px

Redes Sociais

Posts em Destaque