quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Homem é preso com 2,4kg de crack em Uberaba

A Delegacia de Polícia Civil Especializada em Orientação e Proteção à Família, depois de receber queixa de vítima de agressões domésticas e de apurar informações, requereu à Justiça medidas protetivas em desfavor de Fhelipe Morais de Souza, 19 anos, vulgo “Felipinho”. Como descumpriu as medidas previstas pela lei “Maria da Penha”, na tarde de segunda-feira foi determinada a prisão do acusado. Ele foi localizado e preso na rua e encontrada em seu poder uma pedra de crack. Na casa dele, os policiais encontraram mais de dois quilos de crack e um revólver.
Conforme apurado pela reportagem do Jornal da Manhã, na segunda-feira (20), delegada de Polícia Civil e as agentes da Divisão Especializada em Orientação e Proteção à Família receberam, mais uma vez, a queixa de uma mulher, cujo nome está sendo mantido sob sigilo, narrando agressões domésticas e ameaças de morte. Como já existiam medidas protetivas expedidas pela Justiça e descumpridas pelo acusado e a vítima apresentava lesões recentes de agressões, a autoridade policial representou pela prisão preventiva do acusado.
Para cessar as agressões e evitar que se concretizassem as ameaças de morte, com parecer favorável do Ministério Público, foi determinada pelo juiz de Direito a expedição do mandado de prisão, baseado na lei “Maria da Penha”, contra o desocupado Fhelipe Morais de Souza. Por volta de 17h45 de segunda-feira, agentes da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil/5º DEPPC e policiais militares da 6ª Companhia de Missões Especiais/5ª RPM, de posse de todo o levantamento feito pela equipe da Delegacia Especializada, se reuniram para o cumprimento da ordem de prisão e se dirigiram ao bairro Boa Vista.
O suspeito foi localizado transitando na rua Menino José de Almeida. Ao ser realizada abordagem, foram localizados em suas roupas uma pedra de crack e R$670 em espécie. Conforme os policiais, “Felipinho” disse que o dinheiro era proveniente da venda de crack. Ele foi informado que estava sendo preso por ordem da Justiça por descumprir medidas protetivas previstas na lei “Maria da Penha”. Em seguida, policiais civis e militares foram à residência do acusado, afinal, ele próprio disse que estava sobrevivendo do tráfico de drogas.
No interior do imóvel, na rua Mônaco, em cima de um guarda-roupa, foi localizada uma bolsa de cor preta com cerca de 2,4kg de crack. No quarto da mãe do acusado, também em cima do guarda-roupa, foi encontrado um revólver calibre 38 com seis munições. O acusado disse aos policiais que está desempregado e há quatro meses está traficando drogas. Foi dada voz de prisão em flagrante ao acusado por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. O desocupado Fhelipe Morais de Souza foi levado à presença da autoridade policial na Delegacia de Plantão da Polícia Civil, onde teve a prisão em flagrante ratificada, sendo autuado e cumprido o mandado de prisão. Na manhã de ontem ele deu entrada na penitenciária “Professor Aluízio Ignácio de Oliveira”.

0 comentários:

Postar um comentário

CONTATO!

Administrador:
.::ESTEVES::.
E-mail:
blogdoesteves1@gmail.com

Twitter Blog do Esteves.

Sede Campestre do CSCS Betim.

Seguidores

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

468x60px

Redes Sociais

Posts em Destaque