sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Operação é feita em Santos Dumont para combater crimes e gangues

Cinco pessoas foram detidas e quatro menores apreendidos durante cumprimento de 18 mandados de busca e apreensão em bairros de Santos Dumont, na Zona da Mata. De acordo com a Polícia Militar (PM), também foi apreendido um menor suspeito de ter cometido um homicídio no início deste ano, que foi encaminhado para o Centro Socioeducativo em Juiz de Fora. Além disso, entre os materiais apreendidos estão 91 pedras de crack. A operação conjunta batizada de "Sacode a Poeira" foi realizada nesta quarta-feira (22) com integrantes das polícias Militar e Civil, representantes do Judiciário e de comissários de menores. A Polícia Civil informou ao G1 que o objetivo foi o combate a diferentes modalidades de criminalidade, em especial o tráfico de drogas, e também reprimir as trocas de ameaças entre jovens envolvidos em gangues, que são investigados na cidade.
De acordo com o delegado Cleber Faria Silva, três dos detidos tiveram flagrante confirmado por tráfico de drogas. Outro estava com mandado de prisão em aberto. Os quatro foram levados para o presídio de Santos Dumont. O quinto detido prestou depoimento, assinou termo circunstancial de ocorrência e responde em liberdade ao inquérito que deve ser encaminhado ao Juizado Especial Criminal.
Sobre o adolescente encaminhado para Juiz de Fora, o delegado explicou que ele está envolvido em um homicídio no dia 1º de janeiro, no Centro de Santos Dumont. "Ele confessou o crime, mas foi entregue à família porque não havia a vaga para internação. Com o andamento das investigações e o acirramento das ameaças entre os grupos rivais, solicitamos o recolhimento dele. A Vara de Infância da cidade acatou a solicitação e a vaga foi liberada nesta semana", disse. Cleber Faria Silva disse que o inquérito sobre o caso deve ser fechado nos próximos 10 dias e será encaminhado para a Vara de Infância.
Os outros quatro adolescentes apreendidos também prestaram depoimento. Segundo o delegado, foram abertos contra eles procedimentos de apuração de ato infracional. Ao G1, Cleber ainda destacou que é parte da investigação sobre as gangues. "Nós estamos monitoramos e descobrimos que eles estavam trocando ameaças pelas redes sociais. A operação serviu para reprimir estes jovens e para prevenir ocorrências", esclareceu.
A PM e a Polícia Civil informaram também que, além das pedras de crack, foram localizadas e apreendidas quatro buchas de maconha; um papelote de cocaína; uma garrucha calibre 22; duas munições de arma de fogo; R$ 280,30 em dinheiro; camisas, bonés, pulseiras e outros materiais com apologia às drogas e às gangues, computadores, celulares, pássaros da fauna silvestre e diversos sacos plásticos para embalagem de entorpecentes.
De acordo com a PM, muitos dos locais alvos da operação foram indicados por denúncias anônimas repassadas ao 190 e no Disque-Denúncia Unificado,o 181, e por levantamentos feitos pela Inteligência da PM e investigações realizadas pela Polícia Civil.

0 comentários:

Postar um comentário

CONTATO!

Administrador:
.::ESTEVES::.
E-mail:
blogdoesteves1@gmail.com

Twitter Blog do Esteves.

Sede Campestre do CSCS Betim.

Seguidores

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

468x60px

Redes Sociais

Posts em Destaque