terça-feira, 20 de maio de 2014

Ten Cel Alberto Luiz responde à crítica do Jornalista Carlos Lindemberg

"A manifestação dos policiais militares no fim de semana, a protesto da morte de um colega de farda, é mais que um aviso, é um alerta ao governo de estado. Tropa sem disciplina é tropa sem controle e tropa sem controle mais ameaça do que protege a sociedade. Se os policiais militares querem respeito da sociedade, é melhor proteger ao invés de ameaça-la, ainda que possam ter razão na alegação que a policia prende e a justiça solta. Nesse caso, é melhor dialogar do que protestar."

Caro Jornalista Carlos Lindemberg, 
 
Confesso que causou-nos estranheza ouvir o seu comentário equivocado, na rádio Itatiaia, acerca do manifesto dos policiais militares, de maneira pacífica, como deve ser, pelas ruas que patrulhamos, quando da perda de um companheiro que, diariamente, como tantos outros, se sente inconformado, ao carregar sobre os ombros e n’alma a perplexidade de todas as mazelas e injustiças sociais, ao enfrentar a contumácia criminosa e o comodismo ético, politicamente correto! 
 
Nós, Polícias Militares,temos sido, não indisciplinados ou sem controle, efetivamente, temos sido sim, o instrumento vivo, resistente e estimulador da proteção social. Ainda, mais, multipresentes ao socorrer as pessoas na comunidade. Temos o Direito de ter Direitos. Até de vocalizar nossas indignações,não somos obrigados a ficar calados, nós também temos opinião própria. O que fizemos não foi só motivado pela dor, nem tampouco, pela Polícia Militar, mas, sobretudo, pela sociedade, a qual servimos, protegemos e doamos nossa vida, como o destemido Sd André. 
 
E, diga-se de passagem, essa mesma sociedade já está farta de tanta impunidade. Equivoca-se ao afirmar que ameaçamos mais do que protegemos. Diante de sua retórica cerebrina, asseguramos-lhe que não exigimos respeito da sociedade ,pois, esta sociedade, já nos respeita, falamos dos cidadãos de bem, esses estão habituados a contar conosco, quando outros órgãos do Poder Público não se fazem presentes ou se mostram impotentes ou inoperantes, por conseguinte, estamos imunes a essa desfaçatez.
 
 Ficamos, volto a afirmar, perplexos, não esperávamos isto de você, que é de indubitável saber e profundo reconhecimento no âmbito midiático e social. Pois, se nossa manifestação pousada que foi, na dor da perda de um “irmão” de farda, de profissão e sustentada por concepções de nítido arejamento democrático, em busca de justas mudanças é motivo de “aviso” ou “alerta”. 
 
O que dizer, quando as pessoas colocam faixas nas ruas da zona sul de BH, pela perda de uma vida, em razão da virulência de bandidos. Isto é aceitável e não há o mesmo ponto de vista. Por quê? Não somos uma coisa. Somos “gente como as outras”. Cidadãos diferentes, sim! Mas, só na missão que escolhemos. No seu caso é melhor contribuir do que nós criticar. Confessamos que de você esperávamos melhor reflexão e contribuição. Que Pena, não foi isto que ouvimos!  
 
Ten Cel Alberto Luiz Alves 
 
Plantão com Blog da Renata 

  Um comentário:

  1. Parabéns Sr Coronel por ter a coragem de dar uma respostas a certas pessoas que nada fazem se não tiver nosso apoio e vivem das desgraças alheias para sustento seus e de seus familiares. Gostaria que Vossa Senhoria fosse dos meus tempos onde os oficiais com suas arbitrariedades nos puniam por pouco. Vossa Senhoria deu a este repórter o que muitos gostariam de dar e talvez por não termos um vocábulo desta altura, não fazemos Conte conosco e vamos á luta Irmãos.

    ResponderExcluir

CONTATO!

Administrador:
.::ESTEVES::.
E-mail:
blogdoesteves1@gmail.com

Twitter Blog do Esteves.

Sede Campestre do CSCS Betim.

Seguidores

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

468x60px

Redes Sociais

Posts em Destaque