segunda-feira, 7 de julho de 2014

Criminosos que explodiram caixas no Norte de Minas planejavam invadir pelotão da PM

O grupo criminoso fortemente armado que foi cercado e trocou tiros com policiais militares e civis, depois de explodir um caixa eletrônico de uma agência do Banco do Brasil em Varzelândia (Norte de Minas), na madrugada do último sábado, planejava também invadir ao pelotão da Polícia Militar na cidade, que tem 19,2 mil habitantes, distante 590 quilômetros de Belo Horizonte. É o que revela relatório dos setores de inteligência das policias Civil e Militar, que, há algum tempo, vinham monitorando a quadrilha.

No confronto em Varzelândia, quatro assaltantes foram baleados e dois deles morreram. Nenhum policial foi atingido e, mesmo que o caixa eletrônico tenha sido explodido, não foi levado nenhum valor do banco. Ao todo, oito pessoas foram presas e levadas para a Cadeia Pública de Januária.

Entre os presos está o líder da quadrilha, Giscartt Humberto Esteves Silveira, que é natural de Jaíba (cidade da mesma região, distante 80 quilômetros de Varzelândia e que sedia o Projeto de Irrigação do Jaíba). Ele não participou diretamente da ação em Varzelândia e dava as instruções para o restante do bando, por meio de um telefone celular. Escutas telefônicas autorizadas pela justiça revelam o diálogo entre Giscartt e um integrante do grupo criminoso, Nélio Ferreira de Souza, no qual o líder dar o “ok” para o comparsa, dando a ordem para explosão do caixa eletronico na cidade vizinha.Giscartt e Nélio foram presos juntamente com outro comparsa, Leandro Soares dos Santos, o Bigode, na manhã de sábado, em Jaíba. O trio foi detido ao tentar escapar em taxi, dirigido por Fagner Aguiar de Souza, que também foi preso. O taxi foi cercado pela polícia ao atravessar ponte sobre o Rio Verde Grande.

Conforme as investigaçoes, a quadrilha já cometeu ataques a caixas eletrônicos em vários municípios do Norte do estado. Há algum tempo, o bando vinha sendo monitorada pelas policias Militar e Civil, que, a partir do serviço de inteligência, tomaram conhecimento prévio da ação em Varzelândia e surpreenderam os bandidos na porta da agência do BB, logo depois da explosão do caixa eletrônico, por volta das 3h30min da madrugada de sábado. O bando foi cercado e começou a disparar contra os policiais, que revidaram.

Foram mortos no confronto os integrantes do grupo criminoso Felipe Farias Bittencourt, o Gordinho - considerado de alta periculosidade, que era já era conhecido nos meios policiais em Montes Claros, onde tentou matar um PM e – e José Paulo da Silva. Foram baleados Tiago Neres Alves (alvejado no tòrax) e Rodrigo Gouvea da Cunha, atingindo em uma das pernas. Eles foram socorridos e levados para o Hospital Municipal de Brasilia de Minas (80 quilometros de Varzelândia) onde continuam internado, sob escolta policial.

Em Varzelândia foram presos ainda José Francisco Farias de Souza (detido numa casa no bairro Bom Jesus) e o guarda municipal Joseph Rafael Pereira da Silva. Foram apreendidos o armamento (uma espingarda calibre 12, uma pistola .40 e dois revolveres calibre 38), farta munição, toucas ninja e 10 celulares encontrados em poder dos criminosos. Também foram apreendidos os veículos usados pela quadrilha: dois Gols, um Voyage e três motos. 

0 comentários:

Postar um comentário

CONTATO!

Administrador:
.::ESTEVES::.
E-mail:
blogdoesteves1@gmail.com

Twitter Blog do Esteves.

Sede Campestre do CSCS Betim.

Seguidores

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

468x60px

Redes Sociais

Posts em Destaque