quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Companheiros:

O meu partido, o PMDB nacionalmente é coligado com o PT, tendo inclusive indicado o Vice-Presidente da República. Foi uma decisão a nível nacional em que eu não participei, por ser uma decisão da cúpula partidária. Em Minas Gerais essa aliança foi reproduzida, tendo o meu partido indicado o Vice-Governador na chapa do PT.

Por causa da decisão do Tribunal Superior Eleitoral que determina que o mandato é do partido e não do candidato, os deputados com mandato ficam obrigados a seguir a decisão da convenção partidária, isso se chama fidelidade partidária, sob pena de perderem o mandato.

Por esta razão, sou obrigado a apoiar o candidato do Partido dos Trabalhadores. Este partido historicamente tem se posicionado contrário aos interesses de nossa classe. Mais claramente isso se demonstrou com as posições da ex-ministra Maria do Rosário na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, seja na malfadada PEC 51/2013 de autoria do Senador Petista Lindenberg Faria, e ainda o PL 4471/2012 que trata do auto de resistência de autoria do Deputado Petista Paulo Teixeira PT/SP.

Quando na rádio Itatiaia o candidato Fernando Pimentel deu a entender que poderia aumentar o tempo de serviço para a aposentadoria me preocupei em buscar em vídeo um compromisso público de que jamais mexeria em nossa previdência, além de outros 12 compromissos de interesse da classe. Esse é o meu papel como representante de classe: buscar soluções.

O meu partido não é PMDB, PT ou PSDB, o meu partido é PMMG e CBMMG e ponto final.

Porém a cada dia sou provocado a buscar respostas de entrevistas dadas ali ou a acola. Gasto mais tempo com a campanha do governador do que propriamente com a minha. Ainda mais que nas redes sociais um texto inserido acaba por se tornar uma verdade absoluta, independente de checarmos sua origem, dando margem a todo tipo de pensamento.

Portanto, em respeito a posição de minha classe, e sabedor que meu mandato não pertence ao PMDB e sim aos colegas que nos últimos 4 mandatos votaram em mim declaro que a partir desta data cuidarei tão somente da minha campanha sem pedir votos para nenhum candidato a governador, deixando claro que qualquer que seja o próximo governador só vai nos respeitar se tivermos lideranças fortes.

Eu jamais irei apoiar um candidato que minha classe não apoia. Não vou pedir votos para candidato a governador nenhum. Vou cuidar da minha campanha.

Deputado Estadual CABO JULIO

0 comentários:

Postar um comentário

CONTATO!

Administrador:
.::ESTEVES::.
E-mail:
blogdoesteves1@gmail.com

Twitter Blog do Esteves.

Sede Campestre do CSCS Betim.

Seguidores

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

468x60px

Redes Sociais

Posts em Destaque