sexta-feira, 6 de março de 2015

Promotor dá voz de prisão a PM em briga de trânsito em Pouso Alegre

Um promotor de Justiça deu voz de prisão a uma policial militar no final da manhã desta quinta-feira (5) no Centro de Pouso Alegre (MG). Segundo testemunhas, a ordem veio depois de uma briga de trânsito entre os dois. A soldado Fátima Luiz teria se negado a tirar seu carro particular que estava parado em frente à garagem do prédio, onde o promotor Ricardo Tadeu Linardi reside. Ele teria pedido para que ela tirasse o veículo para poder acessar o local. O promotor disse que chegou a receber chutes, mas a policial nega.
"Foi um ato de agressão, um ato de arbítrio. Está presa em flagrante delito por mim e vai ser conduzida à delegacia de polícia", declarou Linardi. "Ela parou o carro particular dela diante da vaga de garagem para atender um acidente de trânsito. Cessada a emergência, ela não removia o carro dela daqui. Foi arrogante, me desacatou enquanto promotor de Justiça. Por isso foi presa em flagrante delito e, ao ser presa, resistiu e me agrediu com chutes", relatou o promotor, mostrando as pernas.

Na versão da soldado Fátima Luiz, a voz de prisão não se justifica. "Quando ele pediu para retirar o carro, eu pedi um momento para colocar um cone e preservar o local do acidente. Ele disse: 'tira daqui, tira daqui que eu sou promotor'. Eu disse: 'Senhor promotor, aguarde que eu vou pegar a chave'. Ele não esperou e fez essa balbúrdia toda. Porém, ele não se preocupou com a vida dessas pessoas", defendeu-se.

0 comentários:

Postar um comentário

CONTATO!

Administrador:
.::ESTEVES::.
E-mail:
blogdoesteves1@gmail.com

Twitter Blog do Esteves.

Sede Campestre do CSCS Betim.

Seguidores

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

468x60px

Redes Sociais

Posts em Destaque